Escola do Trabalhador 4.0: como se inscrever e principais cursos

A Escola do Trabalhador 4.0 oferece muitos cursos para os quem deseja se destacar no mercado de trabalho, como, por exemplo:

Anúncios

  • Internet das Coisas;
  • Cuidando de Pessoas Idosas;
  • Segurança da Informação;
  • O Trabalho do Agente Comunitário de Saúde;
  • Espanhol Aplicado ao Trabalho;
  • Inglês Aplicado ao Trabalho;
  • Agenciamento de Viagens;
  • Análise de Investimento;
  • Português;
  • Empreendedorismo na Pesca;
  • Excel Avançado;
  • Gestão de Qualidade. 

Como podemos observar, há muitos  temas interessantes e atuais, e olha que só citamos algumas opções disponíveis.  

Quer descobrir como se inscrever, quais são os cursos mais procurados e outros detalhes importantes? 

Continue a leitura até o fim!

Quais são os requisitos para se inscrever na Escola do Trabalhador 4.0?

Os requisitos para se inscrever na Escola do Trabalhador são bem simples. Você só precisa:

  • Ter acesso à internet e um e-mail válido
  • Informar seu nome, CPF e e-mail no formulário de inscrição
  • Escolher o curso de seu interesse e clicar em “inscrever”

Não é necessário pagar nada, nem comprovar experiência ou formação anterior. Os cursos são abertos para todos os trabalhadores brasileiros que querem se qualificar profissionalmente.

Sobre a carga horária dos cursos

A carga horária dos cursos da Escola do Trabalhador varia de acordo com o tipo e o nível de cada curso. 

Segundo o site oficial, os cursos são divididos em 13 eixos temáticos, que abrangem desde temas básicos até temas avançados.

De acordo com o Decreto nº 5.154/2004, a duração mínima dos cursos de formação inicial e continuada ou qualificação profissional é de 160 horas. 

No entanto, alguns cursos podem ter uma carga horária maior ou menor, dependendo do conteúdo e do objetivo.

Por exemplo, o curso de Introdução à Fotografia tem uma carga horária de 40 horas, enquanto o curso de Inteligência Artificial tem uma carga horária de 120 horas.

Você pode consultar a carga horária de cada curso na página de inscrição da Escola do Trabalhador 4.0. 

Lá você também encontra outras informações sobre os cursos, como os pré-requisitos, os objetivos, os conteúdos e as avaliações. 

Os certificados emitidos têm validade nacional ou internacional?

Os certificados emitidos pela Escola do Trabalhador têm validade nacional, ou seja, são reconhecidos em todo o território brasileiro. 

Eles são emitidos pela Universidade de Brasília, uma instituição de ensino superior credenciada pelo Ministério da Educação.

Os certificados são de formação inicial e continuada ou qualificação profissional, que são modalidades de educação profissional e tecnológica que visam a capacitação e o aperfeiçoamento dos trabalhadores.

Segundo o site da Escola do Trabalhador 4.0, eles podem ser usados para, por exemplo:

  • Comprovar sua qualificação profissional
  • Enriquecer seu currículo
  • Cumprir atividades complementares em cursos de graduação ou pós-graduação
  • Participar de concursos públicos ou processos seletivos que aceitem essa modalidade de certificação

No entanto, eles não têm validade internacional, ou seja, não são reconhecidos por outros países.

Para isso, seria necessário um processo de equivalência ou reconhecimento dos certificados, que depende das normas e dos acordos de cada país.

Além disso, os certificados não são equivalentes a diplomas de cursos técnicos ou superiores, que exigem uma carga horária maior e um currículo mais abrangente.

Portanto, os certificados não habilitam o exercício de profissões regulamentadas que demandam esse nível de formação. 

No entanto, os cursos são ferramentas importantes para aumentar seu conhecimento e podem, de fato, te ajudar a se destacar no mercado de trabalho.

Como faço para me inscrever na Escola do Trabalhador 4.0?

Para se inscrever na Escola do Trabalhador, você precisa seguir alguns passos simples. Veja o que você deve fazer:

  1. Acesse o site da da Escola do Trabalhador 4.0.
  2. Escolha o curso de seu interesse e clique em “inscrever”
  3. Informe seu nome, CPF e e-mail no formulário de inscrição
  4. Leia e aceite os termos de uso da plataforma
  5. Preencha os outros dados de cadastro solicitados
  6. Confira seu e-mail pessoal cadastrado, onde você receberá seu usuário e senha de acesso
  7. Faça o login com o e-mail da escola criado para você, que segue o formato [email protected] 

Pronto! Você já está inscrito na Escola do Trabalhador e pode começar a estudar no seu próprio ritmo. 

Quais são os cursos mais procurados nessa plataforma?

Os cursos mais procurados da Escola do Trabalhador 4.0 são aqueles que oferecem qualificação nas áreas de tecnologia, produtividade e empreendedorismo

Segundo uma pesquisa realizada pelo Ministério do Trabalho, os cursos mais procurados são:

– Agenciamento de Viagens

– Criando um negócio de Sucesso

– Higiene na Indústria de Alimentos

– Introdução ao Excel

– Português Básico para o Mundo do Trabalho

– Demonstrações Contábeis e sua Análise

– Conhecendo o Perfil do Agente Comunitário de Saúde e seu Processo de Trabalho

Esses cursos são procurados porque oferecem conhecimentos e habilidades que podem ajudar os trabalhadores a se inserir ou se manter no mercado de trabalho, além de ampliar suas oportunidades de renda e carreira.

Você pode encontrar esses e outros cursos no site da Escola do Trabalhador 4.0. 

Lá você também pode ver a descrição, a carga horária, os objetivos e os pré-requisitos de cada curso.