O que é mestrado e como funciona o processo seletivo?

Você sabe o que é mestrado? Gosta de ler, escrever e quer se tornar um professor?

Anúncios

Caso não saiba, o mestrado é o próximo passo após a graduação para ter uma carreira acadêmica de sucesso. 

Continue a leitura e tire suas principais dúvidas sobre o programa, além disso, veja onde fazer mestrado ainda este ano. 

Não deixe de conferir! 


O que é mestrado?

O mestrado é um grau acadêmico obtido através de um curso de pós-graduação. Na ordem dos graus acadêmicos, ele está acima da graduação e abaixo da licenciatura ou bacharelado. 

Por isso, é considerado um curso superior stricto sensu, com duração entre 2 a 5 anos. 

O principal foco desse curso é formar pesquisadores ou mestres, no entanto, na categoria de mestrado profissional, o curso é mais voltado para profissionais que visam aperfeiçoar seus conhecimentos em uma determinada área.

Ele é o primeiro grau de especialização após a faculdade, caso deseje se aprofundar ainda mais, o próximo passo após a conclusão do mestrado seria o doutorado. 

Para dar o próximo passo após a graduação, você precisa passar no processo seletivo da instituição de ensino que deseja estudar.

Os processos seletivos para mestrado são competitivos, por isso, é muito importante se preparar.


Como funciona o processo seletivo de um mestrado?

O processo seletivo de um mestrado é composto por diferentes etapas, além do currículo do candidato, a instituição de ensino também usa como método de avaliação:

  • Provas de conhecimentos gerais e específicos;
  • Teste de proficiência em um idioma estrangeiro;
  • Entrevista;
  • Apresentação de projeto de pesquisa.

Para se destacar e conseguir um bom curso, quem sabe até mesmo uma bolsa de estudo, o futuro mostrando precisa ter um excelente histórico escolar.

Além disso, é preferencial que ele tenha participado de um programa de iniciação científica durante sua graduação.

Em suma, essas são as principais etapas de um processo seletivo, podendo sofrer pequenas diferenças conforme cada instituição.

Quanto maior o grau acadêmico, maior será a exigência e dificuldade nos processos seletivos.

Portanto, observe abaixo algumas dicas que vão te ajudar a se dar bem.


1. Confira seu Currículo Lattes

O currículo lattes é uma ferramenta essencial para quem faz parte do universo acadêmico, inclusive, é obrigatório na maioria dos processos seletivos para mestrado

Então, não deixe de revisar o seu e ver se as informações estão atualizadas, o quão completo ele está,etc. 

Caso ainda não tenha um currículo lattes, leia o nosso conteúdo e descubra como fazer e qual é a sua importância para o mercado.

2. Aproveite ao máximo as informações do edital

Os programas de mestrado são lançados por meio de edital, assim como nos concursos públicos. 

Esse documento reúne todas as informações sobre o processo seletivo: pré-requisitos, matérias a serem estudadas, etc.

Portanto, faça do edital o seu guia e leia todas as informações com muita atenção. Caso você tenha alguma dúvida, não guarde para si, procure a secretaria do curso.

Além do edital, busque outros meios para conseguir informações sobre o curso, uma vez que as informações deste documento podem não ser suficientes.

Uma dica interessante é conversar com os professores responsáveis para esclarecer alguma dúvida que possa existir.  

3. Dedique tempo para conhecer em detalhes o programa

Um programa de mestrado stricto senso não é fácil de entrar, além disso, é bastante concorrido, principalmente se for gratuito ou um mestrado de uma instituição muito disputada. 

Por isso, alguns detalhes podem fazer toda a diferença. Conheça bem os detalhes do programa como os projetos, acadêmicos participantes, linhas de pesquisa, etc.

4. Monte um pré-projeto

É muito comum que algumas instituições de ensino solicitem um pré-projeto no ato da inscrição. 

Então, é indispensável desenvolver o seu. Ele deve conter um resumo do que visa pesquisar durante a pós-graduação.

Geralmente, o resumo precisa se enquadrar em uma das linhas de pesquisa do mestrado. Para isso, você deve consultar se o tema escolhido coincide com a temática apresentada pelos orientadores do programa.

5. Esteja pronto para a prova escrita

Nessa altura do campeonato, certamente, isso não deve ser um problema para um futuro mestre. 

Entretanto, é importante rever algumas regras, estudar redação e também atualizar-se sobre a área de atuação do programa. 

As provas escritas nesses processos seletivos são exigentes e vão avaliar diferentes habilidades do candidato. 

6. Treine seu inglês

Umas das etapas do processo seletivo para mestrado é o exame de proficiência de idioma, normalmente, a língua exigida é a inglesa. 

Nesse caso, não deixe de treinar seu inglês. Com esse exame, a instituição de ensino avalia as condições do candidato para ler livros e outros conteúdos em inglês, o que fará com que ele tenha um aproveitamento melhor.

Isso porque, não ficará preso somente às pesquisas e conteúdos em português.  

Caso não domine bem outro idioma, não se preocupe, não é preciso ser fluente, no entanto, isso será um diferencial.

Então, treine esse idioma e chegue em um nível em que consiga ler e entender em suma o que foi lido. 

7. Prepare-se para a entrevista

A entrevista é outra fase importante no processo seletivo para o mestrado. Ela é dirigida pelos orientadores que fazem parte do corpo docente do programa. 

As questões abordadas são muitas, até mesmo suas condições financeiras para pagar as mensalidades podem ser questionadas.

O importante é que seja verdadeiro, convincente e saiba manter a calma para responder tudo corretamente.

Além disso, podem ser solicitados esclarecimentos do pré-projeto, então, saiba o essencial sobre ele caso tenha que explicar algum tópico. 

8. Seja interessado

Os programas de mestrados não são divulgados quanto outros programas, isso devido as suas oportunidades limitadas e grande concorrência. 

Sendo assim, nada de ficar esperando a oportunidade cair do céu. Seja proativo e busque por programas com inscrições abertas.

Se deseja estudar em uma instituição de ensino específica, visite sempre o seu site para verificar se há algum edital aberto.  

9. Procure por um programa na universidade onde fez sua graduação

Os alunos que se graduaram na instituição possuem mais chances de serem aprovados no processo seletivo, mas não é uma regra.

De qualquer maneira, o ideal é que você busque por oportunidades na universidade em que se formou. Caso ela não esteja com inscrições abertas, busque outras alternativas. 


O que se estuda em um mestrado?

O principal objetivo do programa é aprofundar os conhecimentos adquiridos na graduação, mas com análises teóricas. 

Os futuros mestrandos vão estudar pensadores renomados da área e testar os conceitos que eles passaram em determinadas situações. 

Dessa forma, é possível confirmar teorias ou encontrar novos caminhos de aprendizado.

O curso tem uma duração média de 2 anos, mas há casos onde esse prazo pode estender-se. 

Ao longo do curso, o aluno terá algumas matérias obrigatórias e outras opcionais. Muitas etapas das matérias são aprendidas fora de sala de aula, em palestras e congressos, por exemplo.

Nesse modelo de programa também será exigido muita leitura e escrita, portanto, é indispensável gostar muito de ler e escrever.


Quem pode fazer mestrado?

Esse programa envolve mais a parte teórica, por trazer questões de teor acadêmico, é recomendado para pessoas que planejam ser professores universitários. 

Entretanto, qualquer pessoa com um diploma de graduação pode estudar essa pós-graduação e aproveitar para aumentar seus conhecimentos. 


Programa de mestrado com inscrição aberta

Conduzindo uma breve busca pelo Google encontramos algumas instituições com inscrições abertas para seus programas de mestrado para o primeiro semestre de 2023. 

Neste tópico, gostaríamos de destacar o programa oferecido pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC).

Há vagas para as seguintes áreas de pesquisa:: 

  • Biomateriais e Medicina Regenerativa;
  • Ciência da Religião;
  • Ciências Contábeis, Controladoria e Finanças;
  • Comunicação e Semiótica;
  • Economia;
  • Educação: Currículo;
  • Educação Matemática;
  • Língua Portuguesa;
  • Educação: Psicologia da Educação;
  • Linguísticas Aplicadas e Estudo da Linguagem;
  • Literatura e Crítica Literária;
  • Psicologia Experimental: Análise de Comportamento;
  • Tecnologias de Inteligência e Design Digital.

As inscrições vão até às 16 horas do dia 16/01/2023. Ao todo, são 23 oportunidades distribuídas em 12 vagas para cursos de mestrado acadêmico, 1 para mestrado profissional e 10 para doutorado.  

Os ex-alunos da universidade recebem isenção na taxa de inscrição. No portal da Puc você encontra detalhes sobre cada programa, edital com as informações necessárias e também aba para realizar a inscrição.

No edital é possível encontrar um link para ter acesso aos contatos dos coordenadores e horários de atendimento.

Na página redirecionada pelo link você também encontra outras informações sobre o curso, como, por exemplo, valor da mensalidade, duração, campus, estrutura curricular, corpo docente, informações sobre bolsas e muito mais.


Conclusão

Ingressar em um mestrado não é fácil, inclusive, pode ser mais difícil para uma pessoa do que para outras. 

Entretanto, não desista! Mesmo que não passe no processo seletivo de primeira, continue estudando e tente no próximo ano.

Coloque nossas dicas em prática, cuide da sua mente e mantenha sempre o equilíbrio e a calma.

Peça orientações para ex pós-graduando e trabalhe seus pontos fracos, assim, terá melhores resultados. 

Trends