O que falar em um vídeo currículo?

Por: Nathalia Silva novembro 24, 2022

Saiba agora o que falar em um vídeo currículo e dicas essenciais para montar o script perfeito!

Anúncios


Você já ouviu falar de vídeo currículo?

Os vídeos se tornaram cada vez mais populares e inseridos nas atividades de todos, não só dos brasileiros, mas de todo o mundo.

Mas você sabe o que é um vídeo currículo? É uma estratégia cada vez mais comum, principalmente por empresas que exigem bastante criatividade, inovação e comunicação verbal. 

O vídeo currículo é uma forma do candidato apresentar as qualificações e habilidades pessoais, sociais e profissionais por um vídeo curto e objetivo.

De modo que o recrutador consiga avaliar, não só as capacitações técnicas, mas também a facilidade que o futuro colaborador tem se comunicar.

Por isso, neste texto você vai saber:


o que falar em um video currículo

Por que as empresas estão apostando no vídeo currículo?

Anúncios

O vídeo é um jeito mais dinâmico de conhecer as habilidades interpessoais de um profissional.

Com o currículo tradicional não é possível confirmar as qualidades, suas habilidades de comunicação, sentir as emoções do candidato ou sentir verdade em tudo que está sendo apresentado na folha entregue para o gerente do estabelecimento ou recebida por e-mail.  

Além disso, por ser uma ferramenta moderna — muitas empresas optam por adotar a prática justamente para acompanhar as tendências da tecnologia e da inovação para aprimorar cada vez mais os processos seletivos — é uma forma que permite enxergar com maior precisão os pontos que podem contribuir com a escolha dos melhores candidatos para ocupar determinadas vagas na empresa. 

Otimização de tempo e despesas

Outro ponto que faz com que as empresas adotem apostar no currículo em formato de vídeo é que é uma forma de reduzir despesas e otimizar o tempo tanto para o candidato, quanto para empresa.

Afinal, o candidato não gasta nem dinheiro, nem tempo com o deslocamento até a empresa, enquanto a empresa reduz algumas etapas e investimentos envolvidos com a nova contratação. 


Em qual etapa do processo seletivo pode ser utilizado?

Mesmo sendo uma ferramenta muito eficiente, sua utilização não necessariamente dispensa o uso de um currículo tradicional em um primeiro momento.

As duas ferramentas podem se complementar. Entretanto, é preciso entender a função de cada um para poder direcionar para a etapa certa. 

O currículo tradicional otimiza muito o tempo dos recrutadores, afinal, eles podem buscar palavras-chaves — especialmente as essenciais às funções e atividades do cargo — com uma leitura rápida os recrutadores já conseguem definir quais são os candidatos possuem as qualificações mais adequadas para a vaga.

Já o vídeo, como dissemos anteriormente, é uma forma de deixar clara a capacitação do profissional através de seu comportamento durante a gravação.  

Para os processos seletivos que contam com várias e diferentes etapas, o ideal é sempre analisar o currículo tradicional no primeiro estágio da seleção.

Após essa primeira fase, é recomendado solicitar que os candidatos enviem o vídeo currículo contando sua trajetória, profissional e também pessoal, caso seja pertinente à vaga, de forma objetiva, inovadora e clara.

A partir desta fase, é possível observar a capacidade criativa de cada um. 

Na verdade, não existe uma regra sobre as etapas. O vídeo currículo pode ser adotado já na primeira etapa da seletiva, dependendo do perfil da empresa e da sua estratégia voltada para a contratação de novos talentos. 


Se preparando para o vídeo currículo

Produzir um vídeo não é uma tarefa simples. Pense em uma série ou filme. Para cada cena filmada, foram muitos dias de planejamento.

No vídeo currículo não é necessária tanta preparação, mas mais existem alguns pontos importantes em comum: 

Roupa para vídeo currículo

É muito importante estar bem vestido, mas sempre de acordo com a cultura da empresa.

Terno e gravata é o ideal para um escritório de advocacia, mas será que para uma agência de marketing essa é a melhor opção? 

Enquadramento

Existem diversas formas de enquadrar uma imagem no cinema, porém, neste caso, é melhor usar o primeiro plano, ou seja, filmar apenas do ombro para cima e ter um espaço de respiro entre sua cabeça e o “teto” da imagem. 

Fundo

Use um fundo neutro, como uma parede branca ou sem muito detalhes.

Talvez você pense que usar um ambiente relacionado a profissão seja uma boa ideia, mas não. Faça o possível para que o foco fique apenas em você. 

Câmera e áudio

Procure um ambiente sem muito ruído para que o recrutador possa te ouvir.

Se você não tiver uma câmera profissional, a do celular já está de bom tamanho, mas lembre-se de limpar ela e de se posicionar na direção da luz, nunca contra ela. 


Mas afinal, como fazer um vídeo currículo?

Antes de tudo, é muito importante que o candidato pergunte para o recrutador qual o modelo de vídeo deve ser seguido, caso não receba essa orientação no momento em que foi solicitado. 

Depois disso, chegou a hora de ficar na frente da câmera e apertar o botão de gravar.

Depois de toda a preparação, este é momento de convencer o recrutador que você é o candidato ideal para resolver todos os problemas dele. Para aumentar as suas chances, confira nossas dicas para fazer um vídeo currículo de destaque: 

Cuidado com o tamanho

ssim como currículos longos são odiados pelos recrutadores, vídeos também. O tamanho ideal de vídeo currículo é de aproximadamente 1 minuto e meio.

Claro que você não precisa fazer neste exato tamanho, mas tente ficar nessa faixa. 

Não leia

É fácil notar quando alguém está lendo um texto, e isso deixa a impressão de que a mensagem não é sincera. Estude seu currículo, monte um roteiro e ensaie, mas na hora de gravar, não leia. 

Fale de forma clara

Evite repetir palavras, utilizar ficar soltando palavras soltas, isso faz seu vocabulário parecer pobre. Outras coisas a serem evitadas são pausas longas e cacofonias — junção de dois sons diferentes de forma não harmônica e possa formar outra palavra. 

Fale na linguagem da empresa

Estude a empresa e vaga em questão para determinar se fará um vídeo formal ou informal. Independente de qual seja a linguagem, não exagere.

Muita informalidade pode ser considerado um ponto fraco, enquanto ser formal demais parece forçado. 

Cuidado com as expressões faciais

Sorrir mostra que você é uma pessoa carismática, mas, ao mesmo tempo pode jogar contra você.

Caso você não seja acostumado a falar com a câmera, é muito fácil errar e o sorriso parecer forçado. Procure manter uma expressão neutra. 

Evite gesticular muito

O foco do vídeo é o seu rosto e o que você está dizendo. Ficar “falando com as mãos” pode distrair o recrutador. 

Com tudo isso e seu vídeo devidamente gravado, é hora de enviar ao recrutador.

Envie o arquivo pela plataforma informada e sempre renomeie para o seu nome + vídeo currículo. Desta forma, o recrutador saberá exatamente do que o arquivo se trata.


Exemplos sobre o que falar em um vídeo currículo

Neste tópico você descobrirá um exemplo especial de roteiro para vídeo. Nele, você encontrará um passo a passo sobre o que falar em cada etapa. 

Confira!

#Apresentação

A primeira coisa que você deve fazer em um vídeo para entrevista é se apresentar. Cumprimente, diga seu nome, idade e cidade onde mora. 

Na sua apresentação, também é importante separar um espaço para falar sobre seus pontos fortes, ambições e pontos a serem melhorados. 

Pontos fortes e pontos fracos: o que devo falar na entrevista? 

A apresentação funciona como uma introdução, portanto, ela não deve ser muito longa, ou seja, precisa ser objetiva.

Em poucos minutos, você precisa prender a atenção do recrutador e mostrar informações pertinentes para o cargo que está se candidatando e para a empresa. 

Se não conquistar o interesse e atenção logo nos primeiros segundos do vídeo, suas chances podem diminuir.

#Fale de suas experiências profissionais

Comece falando sobre vida profissional, como ou quando se identificou com a área que deseja atuar. 

É muito importante demonstrar paixão pelo que faz, além de experiência e capacidade profissional.

Por isso, em seguida, cite projetos importantes que já participou ou alguma conquista na área.

Não precisa falar de todas as empresas ou projetos onde já contribuiu. Destaque apenas os mais importantes, que possuem alguma relação com a vaga ofertada.

Faça um roteiro desse passo para saber exatamente o que falar e em qual ordem. Você não deve ultrapassar mais de 20 segundos nessa parte.

Então, ensaie e decore o que deve dizer para não ultrapassar o tempo ou gastá-lo com falas desnecessárias ou enchendo linguiça. 

#Fale sobre sua formação 

Nessa fase, você deve citar suas formações, cursos técnicos, certificados, etc., contudo, foque apenas nos que possuem relação com a vaga.  

O tempo do vídeo deve ser curto, portanto, você deve usar com inteligência e citar apenas fatos que vão fazê-lo se destacar para vaga. 

Não destine mais de 30 segundos para essa etapa. 

#Finalize seu vídeo currículo

O último passo do seu vídeo também é muito importante e pode ser um dos mais difíceis. Como terminar? O que dizer no final? 

Não tem muito segredo. Como você finaliza um currículo? Você fará quase a mesma coisa, mas em vídeo.

Finalize dizendo o porquê deve ser escolhido para ocupar e como você fará diferença no desenvolvimento da empresa, mas seja breve.

Em seguida, se coloca à disposição da empresa para esclarecimentos e prosseguir com os próximos passos da seleção.

Algumas empresas costumam informar o tempo do vídeo, o que fica mais fácil. Distribua o tempo do vídeo entre os 4 passos apresentados aqui e reserve mais tempo para as etapas mais importantes.

Caso ela não informe o tempo de vídeo, não se empolgue. Não ultrapasse mais de 1 minuto e meio, como já foi citado.

Entretanto, se perceber que ficará muito bagunçado, ultrapasse um pouco esse tempo, respeitando o tempo máximo de 2 minutos e meio.  

Seja breve, objetivo e equilibrado. Um vídeo muito longo, por exemplo, com 5 minutos, pode ficar chato e cansativo, inclusive, ser mal visto.

Então, cuidado com o tempo do seu vídeo currículo.  


Como fazer um bom vídeo de entrevista?

Neste texto você já encontrou muitas dicas para deixar seu vídeo para entrevistas irresistíveis aos olhos de um recrutador. 

Então, vamos partir para a prática?

Em primeiro lugar, pegue caneta e papel e crie seu roteiro. Pense na oportunidade, considere todos os detalhes da vaga e também as principais características da empresa.

Verifique se todos os dados no roteiro estão corretos para não arriscar passar alguma informação equivocada no vídeo. 

Não use palavras difíceis que vão te fazer travar a língua na hora do nervosismo. Troque por termos mais simples. 

O próximo passo é treinar. Treine o texto com a câmera desligada, quando já tiver decorado o roteiro, treine com a câmera ligada.

Veja o vídeo e observe como ficou o volume, dicção e apresentação das informações.

Se julgar necessário, solicite ajuda de outra pessoa para julgar seu desempenho. 

Na hora de gravar o vídeo oficial seja natural. Não precisa agir como um robô que só está seguindo uma programação.

O roteiro é importante para você saber o que falar, quando falar e a usar o tempo certo. Porém, procure ser natural, afinal, não é uma ficção; e a sua vida, seus interesses e você dirá apenas coisas reais sobre você.

Portanto, mantenha a calma e aja com naturalidade e profissionalismo.

Vamos ao resumo de como fazer um bom vídeo currículo?

  1. Ensaie antes de gravar;
  2. Escolha um ambiente adequado, com boa iluminação e sem ruídos;
  3. Teste os equipamentos;
  4. Use roupas apropriadas para uma entrevista de trabalho, mas não precisa ser muito formal;
  5. Ajuste sua linguagem;
  6. Treine a dicção e tom de voz;
  7. Fale na linguagem da empresa;
  8. Cuidado com as expressões faciais;
  9. Evite gesticular muito.

Você pode assistir vídeos currículos de outros profissionais para se inspirar. Na plataforma Peixe 30 você encontra alternativas que podem te ajudar. 


Como finalizar um vídeo currículo?

como finalizar um video currículo

Como já citamos anteriormente, a finalização do vídeo é muito importante também. Contudo, você não deve se alongar nessa etapa. 

Seja tão breve e objetivo quanto foi na introdução. Tudo que a empresa deseja saber sobre você já foi citado nos segundos anteriores.

Você pode citar a diferença que fará no desenvolvimento caso seja contratado. Além disso, diga sobre seu interesse em fazer parte do time da empresa.

Finalize se colocando à disposição da empresa para novas etapas do processo seletivo, mais esclarecimentos ou algo do tipo. 

Se a empresa solicitar um vídeo com especificações, procure seguir tudo que está sendo pedido.

Caso não haja nada especificado, ou seja, o vídeo pode ser livre, use nossas dicas, se organize e crie seu vídeo currículo. 

Esse modelo de recrutamento está sendo cada vez mais solicitado por empresas, portanto, é importante se preparar para atender essa nova exigência do mercado de trabalho. 


Gostou do conteúdo?

Aproveite para ler também Trabalho Home Office: como funciona? [O Guia do Trabalho Remoto].