Golpes do WhatsApp: cuidados que você precisa tomar

Com os avanços da tecnologia, a nossa vida tem se tornado cada vez mais fácil. Porém, golpes do Whatsapp também. 

Anúncios

Mas, além das coisas boas e que trazem mais facilidade para os nossos dias, esses avanços tecnológicos também podem oferecer alguns riscos para a nossa segurança. 

E é sobre isso que vamos falar!

O conteúdo de hoje tratará sobre os temidos golpes do WhatsApp e quais as práticas necessárias para fugir da ação desses criminosos. No texto, que será dividido em tópicos, abordaremos os seguintes assuntos:

  • O aumento dos golpes de WhatsApp
  • Os principais golpes de WhatsApp
  • Como fugir dos golpes de WhatsApp
  • Conclusão
ENTRAR NO WHATSAPP
CONTINUAR

O aumento dos golpes de WhatsApp

Uma coisa é inegável: o WhatsApp é a principal plataforma de comunicação entre os brasileiros.

Presente nos celulares de milhões de pessoas só aqui no Brasil – um dos países com a maior aderência ao aplicativo – o WhatsApp se popularizou rapidamente e, com o passar do tempo, se tornou a principal maneira de se comunicar entre os brasileiros, seja através de mensagens, áudios, fotos, chamadas de vídeo e até as recentes figurinhas.

E quando um aplicativo de troca de mensagens conquista tantos usuários, não é de se surpreender que os criminosos logo buscaram maneiras de utilizar a ferramenta para aplicar diversos tipos de golpes. 

E, infelizmente, o número de tipos de golpes só cresce a cada dia. 

Os principais golpes de WhatsApp

Enquanto estamos seguindo nossas rotinas normalmente – seja trabalhando ou estudando – existem milhares de quadrilhas especializadas nos mais diversos tipos de golpes.

Para te alertar sobre essas práticas, listamos alguns dos principais golpes que podem ser aplicados através do WhatsApp e outras redes e plataformas de comunicação, listamos alguns dos golpes mais comuns para que você possa se prevenir e também alertar pessoas próximas sobre esses tipos de golpes. 

Golpes envolvendo o Auxílio Emergencial

Como todos sabem, em decorrência da pandemia de COVID-19 que tomou conta do mundo todo, em 2020 foi liberado um benefício oferecido pelo Governo Federal.

E como esse benefício – o Auxílio Emergencial – foi disponibilizado para pessoas com menos condições financeiras – e, em grande parte, pessoas mais humildes e que não possuem tanto acesso a informações – esse benefício se tornou centro de um dos principais tipos de golpes aplicados pelo WhatsApp nos últimos 2 anos.

Nele, criminosos compartilham links sob a promessa de liberação de novas parcelas do Auxílio e que, para isso, é necessário preencher determinado cadastro. 

O usuário, sem desconfiar dessa malícia, acaba clicando e, na maioria dos casos, seus celulares são invadidos e/ou clonados. 

Aplicativos espiões

Outro golpe que vem ganhando bastante força no WhatsApp é a ocorrência dos chamados aplicativos espiões. 

Como o próprio nome já diz, esse tipo de golpe é aplicado quando, após entrar em contato através de uma determinada mensagem de WhatsApp com um link – e a vítima clica nesse link – o criminoso garante total acesso remoto ao celular da vítima.

Com isso, o criminoso pode acessar desde mensagens trocadas pelo WhatsApp e imagens da galeria até mesmo visualizar senhas de redes sociais e aplicativos de banco de maneira remota. 

Nesse, o golpe consiste em “sequestrar” os dados da vítima ou até mesmo acessar suas contas bancárias e roubar o dinheiro.

Clonagem de aparelhos

Esse talvez seja o mais conhecido da lista. 

Nele, os criminosos podem se passar por uma determinada empresa ou até mesmo por algum organizador de eventos, com uma proposta tentadora para a vítima. 

Ao entrar em contato com a vítima – seja por mensagem ou até mesmo por ligação – com alguma oferta ou condição que chame a atenção da vítima.

ENTRAR NO WHATSAPP
CONTINUAR

No próximo passo, o criminoso solicita que a vítima envie um suposto código de verificação que é enviado por SMS para validar a solicitação. 

Através desse código, o criminoso garante o acesso ao WhatsApp da vítima, podendo transitar livremente na lista de contatos e grupos do aplicativo.

Dessa forma, ao se passar pela vítima, o golpista consegue pedir dinheiro para os familiares e amigos dessa pessoa, resultando em um golpe com potencial de fazer várias vítimas de uma só vez. 

Por isso ele se tornou tão popular.

Além disso, com o surgimento e a popularização do Pix, esse tipo de golpe tem gerado ainda mais vítimas, já que o envio das quantias em dinheiro solicitadas nos golpes podem ser feitas ainda mais rapidamente do que antes, o que acaba, de certa forma, facilitando a aplicação desse golpe em pessoas mais desavisadas.


Como fugir dos golpes de WhatsApp

Com toda a exposição que as redes sociais, é necessário tomar alguns cuidados para escapar desses crimes.

Por mais que os criminosos e quadrilhas especializadas em golpes pela internet estejam em constante crescimento, existem algumas práticas que, ao serem adotadas no nosso dia a dia, podem ser ótimas maneiras de se blindar das ações de pessoas mal intencionadas. 

Abaixo, listamos algumas dessas práticas:

Avalie bem as mensagens recebidas

Uma ótima maneira é observar erros de gramática ou informações incorretas

Sempre desconfie de condições muito vantajosas

É aquele ditado né: não existe essa coisa de almoço grátis. Por isso, caso receba uma dessas mensagens que oferecem vantagens muito irreais, desconfie.

Mantenha seus dados pessoais só para você!

É muito pouco provável que uma empresa séria irá solicitar informações pessoais, como número de cartão, conta bancária, senhas e códigos de segurança. 

Por isso, sempre que interagir com alguma conta comercial de empresas, verifique se a conta é verificada.

Nada de links encurtados

Esses links podem facilmente te encaminhar para sites falsos e com formulários que visam roubar seus dados.

Evite compartilhar determinados tipos de conteúdos

Outro comportamento que pode ser prejudicial para a forma como interagimos no WhatsApp é o compartilhamento das famosas “correntes”.

Muitas das informações contidas nessas mensagens são fake news, fazendo com que você acabe contribuindo para propagar histórias e notícias que não são reais e podem prejudicar alguém.

Conclusão

Apesar do WhatsApp oferecer um sistema de criptografia, que protege as nossas conversas e conteúdos trocados, é sempre bom tomar cuidado e seguir as práticas presentes nesse texto. 

Dessa forma, você conseguirá utilizar o seu WhatsApp mais tranquilamente e sem se preocupar com a sua segurança.

Gostou desse conteúdo? Então aproveite para ler 5 dicas para aumentar as chances de conseguir um emprego

Trends