O que falar numa entrevista de emprego? Saiba como se dar bem!

O que falar numa entrevista de emprego? Só quem já se fez essa pergunta, entende o verdadeiro valor da resposta. Felizmente, estamos aqui para te ajudar, além de mostrar que tudo o que precisa já está em você!

Anúncios

Certamente, você já se perguntou sobre o que numa entrevista de emprego? Bem, antes de ingressar na vaga tão sonhada, é necessário ultrapassar algumas barreiras. E, entre elas, está a entrevista de emprego (e, claro, o entrevistador).

Não saber o que falar é o pesadelo de muitas pessoas que estão esperando o seu lugar naquela vaga tão desejada. Entretanto, é comum que, no momento da entrevista, bata um nervosismo ou dê um branco.

Para te ajudar a não se perder nesse momento tão importante, nós preparamos esse artigo, e iremos te mostrar o que falar numa entrevista de emprego para que você se saia bem. Pronto para assumir a nova vaga?

Então, pode se preparar, pois a chave para essa porta está nos próximos tópicos desse texto. Continue a leitura e confira:

  • 5 ideias sobre o que falar numa entrevista de emprego;
  • Como se preparar para uma entrevista de emprego;
  • Como se comportar durante o procedimento;
  • O que vestir e nossa conclusão sobre o assunto.
ENTREVISTA NA PORTO SEGURO
CONTINUAR

5 ideias sobre o que falar numa entrevista de emprego

De antemão, o mercado de trabalho está cada vez mais competitivo, então, um momento que deveria ser de alegria, para muitos, pode se tornar de aflição. Seja pela formação, ou a falta de experiência, os motivos para se sentir despreparado para ocupar a vaga desejada sempre podem aparecer.

Portanto, é importante ter em mente que tanto experiência, quanto informação demais, nem sempre garantem uma vaga.

Muitos recrutadores atualmente levam em consideração o caráter e, até mesmo, muitas vezes, buscam se ver no pretendente da vaga. Com isso em mente, é importante mostrar a sua melhor imagem no momento de ser entrevistado.

Caráter é imprescindível, assim como, mentir sobre experiências e formações, não é nada profissional.

Entenda que não dá para maquiar quem você é. Por esse motivo, aqui o intuito não é passar um modelo que possa ser reproduzido no momento da entrevista.

Aliás, o nosso objetivo é destacar pontos que vão potencializar as suas chances de o recrutador se interessar por você.

 

1 – Fale na entrevista de emprego sobre suas competências e características pessoais

Se é a sua primeira vez concorrendo a uma vaga, certamente você não terá experiências anteriores.

Então, o que falar em uma entrevista de emprego, nesse caso?

Bem, você pode e deve falar de você, mas não como fala para os seus amigos. Isso exige uma preparação, dessa forma, se possível, treine bem o que vai ser dito. Pois é comum uma pessoa ‘se perder’ ao falar dela mesma.

Se você é uma pessoa expressiva e que não tem vergonha de falar em público, por exemplo, esse é um ótimo atributo para se destacar.

Em casos de conquistas escolares, também é possível citá-las de modo a agregar mais valor ao seu perfil.

As competências basicamente são as questões que você domina, mas é claro que, nesse momento, é necessário ser preciso. Algumas pessoas podem ser habilidosas em inúmeros pontos, nesse caso, você deve fazer uma seleção.

Acima de tudo, lembre-se de que você está em uma ‘avaliação’. Sendo assim, não tenha medo de usar o melhor que tiver.

Se você já se formou ou está cursando o ensino superior, pense em trabalhos que mostram a sua habilidade em solucionar problemas (pesquisas de iniciação científica, seminários, trabalhos voluntários, etc).

No fim das contas, você verá que possui experiência, elas só não foram exploradas por uma empresa ainda.

2 – Mostre por que você quer a vaga de emprego

Como você, outras pessoas também estão interessadas em ingressar na empresa. Desse modo, a entrevista não é apenas uma apresentação, mas uma venda.

Pois, você precisa convencer o entrevistador a comprar as experiências e conhecimento que estão sendo oferecidos a ele.

Se você não tem motivos para estar na empresa, de onde virá a motivação para enfrentar a mesma rotina todos os dias? É isso que vai se passar na cabeça do recrutador, então, atrele o seu interesse à sua necessidade.

Não é errado ou proibido dizer que você está ali, por exemplo, para dar início a um projeto pessoal. Contudo, é necessário deixar bem claro que esse motivo vai te mover e inspirar a oferecer o seu melhor todos os dias.

Afinal, apelar para o lado emocional não transmite uma boa imagem, por isso, se paute em motivos concretos quando possível.

De todo modo, é preciso mostrar emoção ao falar, ser sincero e, claro, estar certo do que você realmente quer.

Vale treinar em casa, afinal, deixar para pensar em tudo na hora pode dificultar a sua fala e aumentar o seu nervosismo.

3 – Fale na entrevista de emprego sobre as suas experiências anteriores

Se você tem experiências anteriores, é importante fazer com que elas agreguem valor à sua entrevista, mas como fazer isso?

Para ter um rumo a seguir, você pode utilizar a chamada técnica STAR (Situação-Tarefa-Ação-Resultado).

Assim, é possível criar uma estrutura lógica que demonstra a progressão e coerência em suas experiências anteriores. Se você já teve muitas experiências, pode selecionar as que mais se enquadram na vaga concorrida, inclusive essa é uma dica comum até na hora de montar o currículo.

Mantenha o foco nos pontos em que você ajudou a mostrar diferença: em quais aspectos a empresa melhorou depois que você foi contratado?

Essa é uma questão que salta aos olhos de qualquer recrutador. Ou seja, os resultados e mudanças que o colaborador pode trazer para o ambiente de trabalho.

Uma coisa muito importante é que, sob hipótese alguma, você deve falar mal da empresa, chefe ou de qualquer ponto da sua experiência anterior. Afinal, na mente do recrutador virá a imagem de você falando dele e de sua empresa de maneira negativa, e ninguém quer isso.

4 – Faça perguntas

É muito importante mostrar naturalidade ao recrutador, e isso vai além de se sentir confortável na cadeira.

Mostre que você tem o controle da situação. Muitas pessoas ficam nervosas e, com isso, podem passar a entrevista em um estado de ‘piloto-automático’, só respondendo a o que o entrevistador perguntar.

Para quebrar essa dinâmica de apenas responder, é necessário envolver o entrevistador na sua fala.

Afinal, quantas pessoas antes ou depois de você ele vai ouvir?

Dessa forma, se o entrevistador não se sentir atraído, tudo o que for dito não chamará a atenção dele. Pois, ele estará pensando no candidato anterior, ou no próximo.

A pergunta é esse meio de convidar o entrevistador para participar do que você está dizendo.

Portanto, tenha atenção, já que as perguntas precisam ser relevantes e com propósitos, por isso, não faça questionamentos aleatórios. Vale a pena estudar a empresa e, no meio da entrevista, soltar uma questão relacionada à estrutura ou história daquele negócio, por exemplo.

Principalmente, se você tiver dúvidas sobre a vaga ou a empresa, fazer perguntas específicas também é um meio de mostrar interesse.

Porém, o mais indicado é que você tenha em mente as questões formuladas antes de chegar à entrevista. Isso vai minimizar as chances de se confundir ou falar algo por puro nervosismo.

5 – Fale sobre os seus objetivos e metas para o futuro

Você sabe o que quer para o seu futuro, ou o seu planejamento vai até o momento de ingressar naquela vaga?

Bem, se você não busca mais do que essa vaga, começar a traçar novos objetivos pode ser uma boa ideia.

Acima, falamos sobre a importância da motivação, mas acontece que ter metas e planos futuros mostram que você tem um motivo para estar ali.

O seu desejo pode ser montar um negócio próprio, mudar para outro país, etc., então, visualize a sua vida alguns anos à frente. Depois disso, insira essa vaga como ponte para alcançar esses anos imaginados.

Na hora da entrevista, esses objetivos vão passar a impressão de que você é uma pessoa ambiciosa e que deseja mais do que apenas o mesmo emprego a vida toda.

Ao mostrar que tem foco para cumprir o seu desejo pessoal, o entrevistador verá que você pode levar a mesma energia para o ambiente de trabalho.

Assim, quanto maior for o nível de responsabilidade da vaga concorrida, mais importante se tornará mostrar que você tem planos, e o principal: tem o objetivo de cumprir as suas metas.

Como se preparar para uma entrevista de emprego?

É importante ter em mente que a preparação começa desde o currículo. Por isso, antes de pensar no que falar numa entrevista de emprego, veja esse ponto.

Depois disso, trabalhar a sua confiança é muito importante. Isso porque, uma pessoa confiante possui um semblante de quem tem o controle e autoridade sobre o que está falando.

Pensar na sua apresentação é fundamental, afinal nós só temos uma chance para causar a primeira impressão.

Desse modo, ao se preparar, trabalhe sua postura, o modo de falar e vocabulário, porque causar uma boa primeira impressão é muito importante.

Se, nos primeiros segundos, o entrevistador não sentir a sua presença, a entrevista pode acabar ali.

Acima de tudo, é preciso mostrar naturalidade, então, não deixe para pensar em postura, vocabulário e no seu comportamento na hora da entrevista.

Faça um exercício durante alguns dias, afinal, é necessário se preparar, e não improvisar. Outro motivo para se preparar antes é a confiança que você vai sentir quando chegar à entrevista, pois saberá exatamente o que fazer.

Como se comportar durante o procedimento?

Mais do que apenas transmitir confiança na sua postura, existem outros pontos para se ficar atento. Exemplo: manter o olhar fixo no entrevistador é muito importante.

Sim, pois transmitimos inúmeras mensagens não-verbais enquanto falamos e, quem sabe ler o corpo, consegue identificar mentiras, inseguranças, nervosismo, entre outras mensagens.

Sabendo disso, tenha atenção aos seus gestos, na forma que você movimenta a cabeça e nos sinais involuntários que envia. Uma dica é analisar o comportamento do entrevistador, identificando o seu perfil, assim, você pode se adaptar.

Ou seja, se o contratante tem uma postura mais informal, acompanhe o seu ritmo e se adapte à sua fala.

O que vestir em uma entrevista de emprego?

Além do que falar numa entrevista de emprego, outra pergunta comum que muitas pessoas fazem é: o que vestir?

A verdade é que essa não é uma pergunta tão fácil, no entanto, o primeiro passo pode ser identificar o nível de formalidade da empresa. Na maioria dos casos, o “perfil social” (terno e gravata) já não é tanto uma exigência. Mas, se o cargo for para níveis elevados dentro da empresa, então se vestir dessa forma pode ser ideal.

Por outro lado, o indicado atualmente é fazer uma análise.

O que os profissionais da sua área usam? Uma boa dica pode ser usar uma camisa polo.

As mulheres usam calça jeans? Se atente a este aspecto, afinal, a roupa, além de ter grande influência na primeira impressão, pode transmitir identificação.

De todo modo, você pode se guiar dessa forma: busque tons claros, pois eles são mais convidativos.

A camisa social pode ser usada com uma calça social, ou ser alinhada a uma calça jeans, a depender da situação.

Com relação aos sapatos, normalmente são indicados os escuros e, claro, os discretos. Para as mulheres, é indicada uma maquiagem mais leve, além de sapatos sem salto ou com salto médio.

Finalizando o assunto sobre “O que falar numa entrevista de emprego, saiba como se dar bem”

Agora, você não apenas saberá o que falar numa entrevista de emprego, como também, tem uma ideia melhor de como se portar e vestir.

Em caso de dúvidas, leia novamente esse artigo e aplique todos os passos para se preparar para a entrevista. Consultar outras fontes pode te ajudar, contudo, a principal dica é ser confiante e sincero em cada palavra.

Pronto para a sua nova vaga de emprego? Então, conte para nós o que achou desse artigo e, se ele te ajudou a arrumar a vaga tão sonhada, não deixe de o compartilhar com seus amigos e familiares!

Aproveite e conheça tudo sobre a Profissão de BIG Data, uma das mais requisitadas nos últimos anos!

ENTREVISTA NA PORTO SEGURO
CONTINUAR