O que faz um quiropraxista? Conheça a profissão

Você já se perguntou o que faz um quiropraxista? Com a crescente popularidade no mercado de trabalho brasileiro, a quiropraxia tem se destacado.

Você já se perguntou o que faz um quiropraxista?

Anúncios

Com a crescente popularidade no mercado de trabalho brasileiro, a quiropraxia tem se destacado como um tratamento complementar à fisioterapia tradicional.

Hoje, vamos falar um pouco sobre os aspectos fundamentais dessa profissão, desmistificando dúvidas e revelando detalhes sobre a atuação do quiropraxista.

O que é quiropraxia?

O que faz um quiropraxista

A quiropraxia, regulamentada como medicina alternativa nos Estados Unidos e Canadá, busca tratar dores, reabilitar traumas, alongar a musculatura e prevenir desvios posturais e doenças do sistema nervoso, esquelético e muscular.

No Brasil, ainda é considerada uma subespecialidade da fisioterapia, mas a área está em constante evolução.

O quiropraxista, também chamado de quiroprata, utiliza técnicas manuais baseadas em reeducação postural, exercícios físicos e manipulação com as mãos.

Ao contrário de abordagens medicamentosas ou cirúrgicas, a quiropraxia foca na prevenção e reabilitação de forma não invasiva.

O quiropraxista atua de forma integrada, colaborando com outros profissionais da saúde, como neurologistas, cardiologistas, endocrinologistas e psicólogos, para oferecer um tratamento abrangente aos pacientes.

Doenças Tratadas pelo Quiropraxista

A atuação do quiropraxista vai além do tratamento de dores nas costas.

Com ênfase na reeducação postural, manipulação de articulações e exercícios específicos, esse profissional pode tratar uma variedade de problemas, como cervicalgias, lombalgias, hérnias e outras dores relacionadas à coluna vertebral.

Além disso, o quiropraxista é capacitado para lidar com desequilíbrios físicos causados por esforços repetitivos, desvios posturais, compressões nos nervos espinhais e ciáticos, bruxismo, assimetria de membros, entre outros.

A Organização Mundial da Saúde recomenda a visita ao quiropraxista como atendimento primário para diversos problemas de saúde relacionados à coluna.

O Profissional Quiroprata e suas Parcerias Médicas

O quiropraxista não atua isoladamente. Colaborando com neurologistas, cardiologistas, endocrinologistas e psicólogos, o profissional contribui para o diagnóstico e tratamento integrado de diversas doenças.

Essa abordagem interdisciplinar amplia a visão do quiropraxista, fortalecendo seu papel na promoção do bem-estar.

Quanto ganha um quiropraxista?

Remuneração e Oportunidades no Mercado Quiroprático

Segundo o Site Nacional de Empregos (SINE), o salário inicial de um quiroprata gira em torno de R$ 2.400, podendo alcançar R$ 6.000 com experiência.

Em um país onde cerca de 30% da população enfrenta dores, o quiropraxista encontra oportunidades em clínicas particulares, empresas para prevenção de doenças ocupacionais, clubes, academias e até mesmo em consultórios próprios.

É importante observar que, de acordo com dados do CAGED, a maioria dos profissionais é registrada como fisioterapeuta quiroprata. Isso destaca a importância da formação em Fisioterapia, seguida por uma especialização em Quiropraxia.

Formação e Faculdades de Quiropraxia no Brasil

A graduação em Quiropraxia tem duração média de quatro anos, com foco nas ciências médicas.

Atualmente, no Brasil, apenas duas instituições oferecem o curso reconhecido pelo Ministério da Educação: a Faculdade Anhembi Morumbi em São Paulo (SP) e a Feevale em Novo Hamburgo (RS).

Entretanto, especializações em quiropraxia para fisioterapeutas são mais acessíveis e reconhecidas pelo COFFITO e MEC.

Como trabalhar com quiropraxia?

Dada a complexidade da formação em Quiropraxia, iniciar com a graduação em Fisioterapia e buscar especialização posteriormente é uma alternativa viável.

Após a graduação em fisioterapia, é possível buscar cursos de especialização em quiropraxia. Existem instituições reconhecidas que oferecem essa formação, e é fundamental escolher uma que seja reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Durante a especialização em quiropraxia, é importante buscar oportunidades de estágio e práticas supervisionadas. Isso proporcionará experiência prática e a oportunidade de aplicar os conhecimentos teóricos.

Conclusão

A quiropraxia é uma prática terapêutica que visa o equilíbrio do corpo por meio de técnicas manuais, proporcionando alívio de dores, prevenção de problemas posturais e contribuindo para a melhoria da qualidade de vida.

Seja como paciente em busca de tratamento ou como profissional interessado nessa área, a quiropraxia oferece oportunidades valiosas para cuidar da saúde de forma integral.

Tornar-se um quiroprata no Brasil é desafiador, mas recompensador. Com o crescente reconhecimento da importância da quiropraxia na saúde e bem-estar, os profissionais dessa área têm um papel importante na sociedade.

Seja pela atuação preventiva, reabilitadora ou diagnóstica, o quiropraxista contribui significativamente para a qualidade de vida de seus pacientes.

Agora que você conhece mais sobre a profissão de quiropraxista, que tal considerar essa carreira? Seja para buscar tratamento ou se tornar um profissional, a quiropraxia oferece oportunidades e benefícios valiosos para a saúde e o equilíbrio do corpo.

Leia também: Fisioterapeuta é doutor? Tire sua dúvida agora!