Método de estudo: quais são? Qual é o mais eficaz?

Estabelecer um método de estudo é uma excelente ideia para quem pretende obter êxito em provas e vestibulares.

Anúncios

Isso porque, quando você aposta em um método, você traz maior seriedade à situação, além de agregar organização aos estudos.

Mas, não podemos deixar de considerar que existe uma infinidade de opções, então, como saber qual o melhor método para seguir?

A resposta depende do conhecimento dos métodos existentes, especialmente de suas particularidades, e é justamente isso que veremos hoje!

Dito isso, se deseja aprimorar seus estudos e melhorar seus resultados de provas, basta continuar com a sua leitura!

Por que usar um método de estudo?

Quando falamos em método de estudo, temos dois grupos: aqueles que já conhecem e acham primordial, e aqueles que acham desnecessário, e nunca utilizaram.

Mas, afinal de contas, o que é método de estudo? Por que apostar nessa estratégia?

Um método de estudo consiste em um conjunto de estratégias que têm por intuito aperfeiçoar a rotina de estudos, com foco na melhora dos resultados.

Você certamente já passou pela situação de precisar estudar e acabar perdido, pulando dos livros para videoaulas no Youtube, do Youtube para o caderno, do caderno para os livros… o que termina num ciclo sem fim.

Resultado? Você acaba perdendo muito tempo, assimilando muito pouco de cada conteúdo que viu, e finaliza sua rotina de estudos com uma sensação de fracasso.

E, sabe por que isso acontece? Simples: porque você não se organizou por meio de um método, que te permite ter direcionamento e assim aproveitar o máximo do seu tempo dedicado.

Então, quando falamos nos motivos para usar um método de estudo, nos referimos justamente a:

  • Melhora da concentração;
  • Aprimoramento de suas habilidades;
  • Melhor uso do tempo;
  • Distribuição organizada de uso dos recursos (vídeos, livros, anotações, etc.);
  • Foco em conteúdos que realmente importam;
  • Possibilidade de avaliar desempenho e resultados.

Com isso, fica simples entender que o método de estudo é indispensável para quem busca melhores resultados, sem se desgastar tanto!

Opções oficiais de método de estudo 

A esta altura você já compreende porque é importante apostar em um bom método de estudo, caso queira obter sucesso em suas provas, sem perder tempo.

Mas, não dá para falarmos sobre método de estudo sem entender como isso funciona de maneira geral.

Isso porque, é comum que muitos te sugiram ler livros, assistir filmes e séries e até mesmo apostar em esquemas.

Mas, será que essas práticas realmente podem ser consideradas métodos de estudo? Ou, será que temos conceitos maiores acerca do assunto?

A resposta é a segunda opção, e veremos agora mesmo quais são os métodos gerais de estudo, que fazem uso destes recursos.

Ativo

O primeiro método de estudo que trataremos é o método ativo, onde o estudante não é um mero expectador, e atua em sua aprendizagem.

Nesse método, anotações, criação de textos e artigos, leitura e até mesmo estudos de campo, onde o conceito é observado na prática, são bem comuns.

Com isso, o estudante acaba sendo muito mais ativo em seu processo de aprendizagem, o que torna tudo mais dinâmico.

Passivo 

Já o outro método de estudo é o passivo, onde o estudante tem a atenção e o foco como prioridade, uma vez que aprende por meio da observação de conteúdo.

Nesse caso, a aprendizagem depende de uma aula apresentada por outra pessoa, seja presencial, ou online.

Com isso, o estudante aprende por meio da escuta, da observação e das anotações que permitem a recordação do conteúdo.

Recursos úteis para método de estudo

Como pudemos ver, existem dois métodos de estudo geral, que são os responsáveis por determinar os recursos utilizados para aprendizagem.

Isso porque, caso você prefira o método passivo, por exemplo, não adiantará apostar na criação de conteúdos para aprendizagem.

E, o contrário também é válido, visto que de nada adianta apostar em vídeo aula, se você não consegue aprender efetivamente apenas pela observação, e logo cai no tédio.

Por isso, antes de tudo é importante que você entenda qual o seu perfil de estudante, o que te ajudará a criar um método realmente eficiente.

Mas, para te ajudar nisso, veremos a seguir alguns recursos que podem agregar bastante ao seu método de estudo!

Por uso de fichas 

Usar fichas é um recurso para método de estudo ideal para quem não é adepto aos longos textos, e aulas demoradas.

Isso porque, as fichas transformam um conteúdo longo em um resumo bem resumido, apenas com os pontos mais importantes.

Esse método auxilia na memorização, e é ótimo para quem lida com a situação de ler mil vezes um texto, e no fim não se recordar de quase nada.

Para fazer as fichas, basta pegar o conteúdo, grifar os itens mais importantes e registrá-los.

Assim, por meio dos principais pontos você poderá se lembrar do conteúdo geral, o que otimiza tempo e ajuda na memorização.

Resolução de questões 

A resolução de questões é um método de estudo muito eficiente para quem gosta de avaliar o próprio desempenho enquanto estuda.

Além disso, acaba sendo um meio prático, visto que o estudo serve justamente para responder às questões, logo, você já se ambienta com a situação.

Para isso, pegue uma lista de exercícios relacionada ao seu tema de estudo, responda, e ao final verifique seu nível de acerto.

Assim, será possível revisar o conteúdo, ao mesmo tempo que você tem um retorno sobre sua evolução.

Aulas e resumos 

As aulas e os resumos têm basicamente o mesmo intuito do que as fichas, mas, é melhor aplicado a quem gosta de leituras mais completas.

Isso porque, enquanto você assiste a aula é possível absorver o conteúdo, e ao fazer o resumo dá para relembrar e registrar o que foi aprendido.

E, o melhor de tudo é que depois que você faz o resumo, basta reler sempre que quiser estudar, pois o conteúdo já está facilitado e focado no que realmente interessa.

Por experiências 

O último recurso que indicaremos hoje é através da conquista de experiências, que contribuam para o aprendizado.

Caso você esteja estudando sobre história brasileira, por exemplo, ir a um museu com essa temática pode te ajudar a obter mais informações.

Por outro lado, se você está estudando gastronomia, apostar em feiras temáticas ou restaurantes variados pode agregar conteúdo aos seus estudos.

Então, seja qual for o tema, sempre tem alguma experiência que pode contribuir para o seu aprendizado mais dinâmico e descontraído.

Esta é uma ideia muito interessante para quem curte o método de estudo ativo, já que é você quem se responsabiliza por adquirir experiências enriquecedoras!

métodos de estudo

Qual o melhor método de estudo?

Depois de tudo que vimos, certamente você teve muitas ideias para formar o seu método de estudo, com base em suas preferências e perfil.

Mas, pode surgir uma última dúvida, que é em relação à comparação, afinal de contas, qual método é melhor?

E, como pudemos ver, essa resposta não existe, visto que tudo depende da própria pessoa.

Isso porque, há quem aprenda muito bem pelo método passivo, enquanto outros se dão melhor com o aprendizado ativo.

Assim como, até mesmo dentro de um método, tem quem aprenderá muito bem por meio de filmes e séries, enquanto outros acabam perdendo o foco.

Por isso, é importante que você monte um método de estudo personalizado, considerando o que se encaixa em seu perfil e nas suas preferências.

E, não precisa ser algo engessado: tentou algo hoje e não deu certo? Tudo bem, basta tentar outro recurso, e seguir em frente!

Desse modo, será muito mais divertido e prático montar uma rotina de estudos que realmente faça sentido e que traga resultados!

Aproveite e leia também 👉 5 benefícios da leitura para o cérebro e vida acadêmica!