A Cultura Organizacional Explicada de Uma Maneira Fácil

cultura organizacional

Atualmente ouvimos falar bastante sobre cultura organizacional, mas muita gente não sabe, de fato, o que significa e qual a sua importância numa organização. 

Anúncios

Ela aponta para a mentalidade da empresa e dirige o comportamento dos funcionários. 

Uma pesquisa realizada pela consultoria PWC em 2021, revelou que as empresas que tinham uma cultura distinta e pontual na agenda da liderança, viram sua receita crescer 48%.

Além disso, os índices de satisfação dos funcionários aumentaram 89%, enquanto os dos clientes chegaram a 89%.

No texto de hoje, você descobrirá o que é cultura organizacional, características, benefícios e muito mais.

Não deixe de acompanhar!

O que é cultura organizacional?

Essa cultura engloba o comportamento, valores morais e éticos de uma empresa, além de suas crenças, determinações e hábitos. 

O conceito também é responsável por liderar as práticas internas e externas na organização.

A qualidade do ambiente de trabalho é diretamente influenciada pela forma como os funcionários enxergam o negócio, e ela tem um papel crucial nisso.

De uma maneira objetiva, essa cultura é a cara da empresa. Nós, seres humanos, temos uma personalidade, valores, princípios, ideais e motivações.

Saber definir essas características são essenciais para nosso desenvolvimento como seres humanos em todas as áreas da nossa vida.

Uma empresa também tem, e eles são representados na sua cultura organizacional, inclusive, ela é extremamente importante para o desenvolvimento da mesma.

Quando a empresa possui uma cultura bem estruturada, os colaboradores se identificam com ela.

Em consequência disso, trabalham com mais empenho e entusiasmo, ao saberem que suas crenças e valores estão alinhados com os da empresa, não apenas na teoria, mas, na prática também.

Com uma cultura eficiente, é possível sentir a satisfação dos funcionários e clientes, esse contentamento é sentido na relação entre os colaboradores, na conduta da organização e até mesmo na produtividade.

É válido ressaltar que a cultura organizacional impacta no processo de recrutamento de diferentes formas. 

Com ela, é possível atrair os melhores talentos para empresa, aqueles cujos valores estão alinhados com os da empresa e também da equipe.

O que trará mais harmonia, equilíbrio e boa comunicação para o ambiente de trabalho, certamente, isso trará resultados positivos para os envolvidos.

Principais tipos de cultura organizacional

tipos de cultura

A cultura de uma empresa é formada por vários elementos e aspectos. Todas essas ferramentas influenciam no recrutamento e retenção de talentos. 

Existe uma complexidade na hora de determinar com exatidão todos os tipos de cultura organizacional.

No entanto, existem 4 modelos principais usados pelas organizações e mais abrangentes e completos.

Observe abaixo:

1. Poder

A Cultura do Poder é caracterizada pela centralização do poder em um personagem da liderança, normalmente o dono, que exerce diferentes funções na empresa.

Nessa cultura, há uma hierarquização clara e muito bem definida. Dentre as principais características que ela possui, encontramos a competição, a qual é consequência da busca por resultados.

Devido ao foco em apresentar resultados e atingir objetivos, nessa cultura, os colaboradores acabam não tendo autonomia, uma vez que há a centralização de poder.

Essa limitação pode trazer impactos negativos na organização, como diminuição do desenvolvimento profissional, que, inclusive, é uma das causas do absenteísmo.

Por isso, é importante serem adotadas ações que tragam mais flexibilidade nessa cultura organizacional e na distribuição de tarefas.

Para haver uma competitividade saudável, empatia e assim, o crescimento profissional do colaborador e desenvolvimento da empresa não serão afetados.

2. Cultura de Papéis

Segundo o Neil Patel, ela é representada por Apolo, o deus das regras e das ordens. Ela é muito semelhante com a cultura de poder, porque há uma hierarquia bem definida e clara. 

Sua principal característica é que ela é baseada na definição do papel ou do trabalho a ser feito, e não necessariamente em pessoas.

No organograma, fica definido de forma explícita qual o papel de cada colaborador. 

Uma das suas desvantagens é que há menos criatividade e flexibilidade, uma vez que é guiada por regras e cada colaborador deve exercer seu papel.

Em contrapartida, há uma vantagem: cada pessoa sabe exatamente qual o seu papel na empresa e o que deve ser feito.

3. Cultura de Tarefas

Essa é uma das culturas organizacionais mais interessantes. Entre os principais focos que ela possui, encontramos, por exemplo: 

  • Colaboração;
  • Criatividade;
  • Trabalho em equipe;
  • Resolução de problemas.

Nesse caso, são identificados os problemas, em seguida, a empresa traça os recursos e estratégias necessárias para a solução.

Logo, conta com profissionais especializados em cada tarefa. Além disso, os colaboradores trabalham em pé de igualdade e têm mais espaço para expressar suas ideias.

Isso acaba estimulando a inovação, criatividade, senso de colaboração e trabalho em equipe. 

Sendo assim, a empresa acaba resolvendo os problemas de forma contínua e bem-sucedida.

4. Pessoas

A Cultura de Pessoas é representada pela valorização de talentos presentes na empresa. Nesse caso, há espaço para o crescimento. 

Além disso, há um respeito mútuo e incentivo a qualidade de vida e crescimento profissional.

Um ponto interessante para se destacar é que a empresa contrata um colaborador para ajudá-la a conquistar seus objetivos.

Em consequência dessa contribuição, ela recebe um salário.

Da mesma forma, a empresa tem o papel de ajudar seus talentos a conquistarem seus objetivos.

Esse modelo de cultura organizacional tem sido utilizado por muitas organizações atualmente. Isso porque, ela serve para reter bons talentos na empresa.

Existem diferentes maneiras satisfatórias de implementar esse tipo de cultura na empresa, como, por exemplo:

  • Por meio de programas de incentivos;
  • Benefícios;
  • Programas de aperfeiçoamento profissional;
  • Oferecendo um ambiente de trabalho acolhedor, respeitoso e diverso.

Quais são os componentes da cultura organizacional

componentes

Os tipos de cultura empresarial refletem os principais elementos da mesma. Geralmente, ela está ligada a três pilares importantes: valores, missão e visão. 

No entanto, certamente, seus componentes vão muito além desses três conceitos. Podemos destacar, por exemplo, além de visão, missão e valores, os seguintes:

  • Prática – que consagra o valor da empresa;
  • Pessoas – componente importante na construção da cultura organizacional;
  • Narrativa – toda empresa tem uma história única;
  • Lugar – ele modela a cultura.

A referência desses componentes foram extraídas do livro de John Coleman, o livro retrata a história dos melhores e mais brilhantes jovens líderes empresariais. 

Vale a pena a leitura!

Benefícios de uma cultura organizacional bem estruturada

Quando a cultura organizacional é implementada com propósito, ela causa impactos poderosos nos processos empresariais.

A partir de uma cultura forte, a empresa colhe muitos benefícios como, por exemplo:

  • Trabalhadores mais motivados e com senso colaborativo;
  • Redução no turnover e absenteísmo;
  • Ambiente organizacional positivo;
  • Diversidade;
  • Retenção de talentos;
  • Melhores resultados;
  • Recrutamento alinhando;
  • Reputação de marca;
  • Produtividade;
  • Tomada de decisão;
  • Aumento na receita;
  • Liderança eficaz;
  • Melhora o relacionamento entre os colaboradores.

Uma empresa com essa cultura forte acaba sendo mais competitiva, isso trará outras vantagens, e melhores resultados nos negócios. 

Um exemplo marcante desse conceito é o Google. A sua cultura é conhecida mundialmente e milhões de profissionais sonham em trabalhar na empresa.

Entre os traços da cultura empresarial do Google, vemos como os funcionários são tratados.

A empresa fornece refeições gratuitas, espaços de interação e outros benefícios que deixam o ambiente de trabalho atrativo e diferenciado.

Fora isso, no escritório, encontramos muita animação e líderes, colaboradores, trainee e estagiários trabalhando em equipe, em ambientes compartilhados.

Quando o profissional percebe que é uma peça importante para o crescimento da empresa, ele se torna mais colaborativo e motivado nos processos da mesma.

É justamente através da cultura organizacional que a empresa consegue passar esses valores.

Desafios organizacionais enfrentado pelas empresas do presente

Nunca se falou tanto sobre cultura organizacional e sua importância como se fala hoje. 

O número de empresas que estão mudando posicionamentos e processos no ambiente de trabalho para promover essa ferramenta é crescente.

No entanto, dada a sua importância, as empresas se deparam com alguns desafios nos últimos anos: o modelo de trabalho home office e híbrido.

Após a pandemia, esses modelos de trabalho se tornaram comuns. Contudo, a conexão do colaborador com a empresa dificultou-se.

Isso acaba sendo um grande empecilho para que essa cultura seja fortalecida no ambiente de trabalho e para que os resultados sejam sentidos.

Quando os funcionários trabalham fora do escritório, acaba sendo mais difícil manter o senso de comunidade entre os companheiros de trabalho.

Por isso, é importante que as organizações encontrem o equilíbrio entre os novos e velhos padrões de trabalho. 

É indispensável traçar estratégias para fortalecer os vínculos e conexões entre os colaboradores e com a empresa.

A cultura organizacional é diretamente ligada ao desenvolvimento e sucesso de uma empresa, tanto na retenção de talentos, geração de resultados, ou gestão e otimização de pessoas.

Dessa forma, é imprescindível que a corporação determine seus valores e os implemente, encorajando ações que possibilitem aos funcionários compreender o que eles significam por meio de seu comportamento.

Conclusão

O assunto envolvendo esse conceito é muito amplo e envolve outros elementos como, por exemplo, níveis de cultura organizacional e identificação da empresa. 

Portanto, não limite sua pesquisa apenas neste texto, continue estudando sobre o assunto.

Caso tenha uma empresa e não saiba ainda qual é a sua cultura, é porque ela não está forte, talvez, por não ser colocada em prática.

Defina quais são os principais valores, missão e visão da empresa, observe se estão colocando em prática e o que pode ser feito para melhorar.

Caso esteja procurando uma oportunidade de trabalho, não deixe de conhecer os valores, visão e missão de uma empresa para descobrir se estão alinhados com os seus.