Sinais de desvalorização no trabalho e como isso afeta o colaborador 

A desvalorização no ambiente de trabalho é um assunto cada vez mais comum no mercado de trabalho. Leia o texto e saiba identificar.

Anúncios


Em um ambiente ideal de trabalho, todas as profissões são valorizadas e reconhecidas por suas contribuições únicas. 

No entanto, a realidade nem sempre é tão justa. Se você se sente desvalorizado no seu trabalho, saiba que você não está sozinho.

Por isso, no texto de hoje explanaremos esse tema; como a desvalorização pode afetar negativamente o profissional, sinais de desvalorização e como lidar com esta situação.

Não deixe de conferir! 

    Quais são os principais sinais de desvalorização no ambiente de trabalho?

    Sentir-se desvalorizado no trabalho é uma experiência comum que pode afetar negativamente a sua saúde mental, produtividade e motivação. 

    É importante estar atento aos sinais para que você possa tomar medidas para lidar com a situação e buscar um ambiente de trabalho mais positivo. 

    O primeiro passo é identificar a desvalorização, que aparecer em diferentes situações. Uma das mais comuns é a falta de reconhecimento, decerto. 

    Geralmente, ela ocorre quando o colaborador não recebe feedback pelo seu trabalho, mesmo quando ele é bem feito.

    Além disso, suas conquistas não são reconhecidas ou creditadas a outras pessoas, ou causas. 

    O segundo sinal de desvalorização trabalho é por meio da falta de oportunidade de crescimento.

    Nesse cenário, o profissional não tem a oportunidade de desenvolver novas habilidades ou até mesmo assumir novos desafios.

    Logo, a empresa não investe em seu crescimento profissional. 

    Sinais de desvalorização no trabalho. Arte feita no Canva

    Outro sinal importante de se identificar e perigoso por x razões, é a falta de respeito no ambiente de trabalho. 

    Ela pode surgir de diferentes maneiras e em diferentes ações, algumas vezes até de forma bem singela e disfarçada. 

    Contudo, geralmente o colaborador é tratado com desrespeito pelos seus superiores ou colegas de trabalho. 

    Fora isso, também tem suas ideias e sugestões ignoradas. 

    Você sente que não está sendo recompensado justamente pelo seu trabalho

    Seus benefícios são insuficientes ou não atendem às suas necessidades?

    Saiba que este também é um sinal comum e desanimador de desvalorização profissional. 

    Além das situações citadas acima, ainda podemos pontuar, por exemplo:

    • Ambiente de trabalho negativo, ou seja, tóxico de desanimador.
    • Falta de autonomia.
    • Sobrecarga de trabalho.

    + Demissão silenciosa: como perceber e lidar com essa situação?

    Quais são as principais causas de desvalorização no trabalho?

    Post: principais causas da desvalorização no trabalho

    Até o momento, você conferiu alguns dos principais sinais de desvalorização no trabalho, a fim de identificar a situação prematuramente. 

    Neste tópico, falaremos um pouco sobre as principais causas. 

    Quando não nos sentimos valorizados como profissional, é comum duvidarmos do nosso trabalho e acharmos que não somos bons o suficiente.

    Entretanto, não é bem assim. A desvalorização pode acontecer por vários motivos, alguns até mesmo simples de resolver, e não é por culpa do profissional.

    Por exemplo, se o colaborador não está atendendo as expectativas da empresa, o seu papel não é criar um ambiente onde o profissional se sinta desvalorizado.

    Nesse sentido, o ideal é adotar estrategias de comunicação assertiva para resolver a situação.

    A falta de comunicação clara e aberta entre os colaboradores e a gerência pode levar a mal-entendidos, ressentimentos e frustrações por todos os envolvidos. 

    Outra causa muito comum de desvalorização, está ligada a cultura da empresa.

    Em outras palavras, é quando uma empresa, de fato, não tem a cultura de valorização e reconhecimento dos colaboradores. 

    Estes é um dos cenários mais complicados, isso porque, não importa quão bom seja o profissional e não importa o que ele faça, sempre será desvalorizado. 

    Uma empresa com essa cultura, tem grandes dificuldades em reter talentos, e os que consegue continuar no time, trabalham desmotivados quando percebem os sinais de desvalorização no ambiente de trabalho. 

    + Como lidar com o estresse no trabalho? Descubra!

    Impactos da desvalorização no trabalho no para o colaborador

    Além de ser um grande problema em âmbito profissional, também pode ter um impacto significativo na sua saúde mental e emocional.  

    Na saúde mental, por exemplo, a desvalorização constante pode levar a uma queda na autoestima, fazendo com que o profissional se sinta inadequado e incapaz. 

    O estresse e a ansiedade também podem aumentar significativamente quando você se sente pressionado e não reconhecido no trabalho.

    Em casos mais graves, a desvalorização de trabalho pode levar à depressão, com sintomas como tristeza, perda de interesse em atividades e pensamentos negativos.

    Não podemos deixar de citar também a síndrome de burnout, para quem desconhece, ela se caracteriza em um estado de exaustão física, emocional e mental causado pelo estresse crônico no trabalho. 

    Essa condição pode se manifestar por sintomas como cansaço constante, irritabilidade, perda de produtividade e até mesmo problemas físicos.

    Enquanto os efeitos emocionais sentidos envolve frustração e raiva, uma vez que se sentir desvalorizado pode gerar frustração e raiva, tanto com a empresa quanto com seus colegas.

    Além disso, o profissional pode sofrer com a desmotivação, isolamento social e dificuldades em relacionamentos.

    Entretanto, esta situação também causa impactos nas empresas.  Quando um profissional se sente desmotivado e desvalorizado, a empresa perde em diversos aspectos, sendo os principais: 

    • Queda na produtividade;
    • Aumento na rotatividade de funcionários;
    • Dificuldade em atrair talentos;
    • Clima organizacional negativo.

    Dicas para lidar com a situação

    Como já citamos, sentir-se desvalorizado no trabalho pode ser uma experiência desgastante e prejudicial à saúde mental e emocional. 

    Todavia, é importante lembrar que você não está sozinho e que existem medidas que pode tomar para lidar com a situação e buscar o reconhecimento que merece. 

    A primeira delas é conversar com o seu superior. A chave para lidar com a desvalorização é a comunicação aberta e honesta com seu superior. 

    Então, escolha um momento adequado para conversar e explique de forma clara e objetiva como você se sente.

    Evite generalizações e acusações. Em vez disso, foque em fatos e exemplos específicos de situações em que você se sentiu desvalorizado.

    Além disso, é importante manter a calma e o profissionalismo durante toda a conversa. Evite se tornar emocional ou combativo.

    Achamos válido também citar que você deve estar preparado para diferentes reações, pois seu superior pode reagir diferente à sua conversa.

    Portanto, esteja preparado para diferentes cenários e saiba como responder a cada um deles.

    Detalhes importantes para resolver a desvalorização no trabalho

    Antes de conversar com o seu superior, você pode criar um plano de ação, onde o primeiro passo é definir seus objetivos:

    O que espera alcançar com essa conversa? Você quer que seu superior reconheça seu trabalho? 

    Que você receba mais oportunidades de desenvolvimento profissional? Que a empresa melhore a cultura de valorização dos colaboradores?

    Em seguida, identifique os passos necessários, para isso, responder aos seguintes questionamentos pode ajudar: 

    Quais são os passos que você precisa tomar para alcançar seus objetivos? Você precisa conversar com outras pessoas na empresa? 

    Reunir evidências de seu trabalho? Buscar novas oportunidades de desenvolvimento profissional?

    Por fim, crie um defina um cronograma para alcançar seus objetivos. Essa medida pode auxiliar a te manter motivado e no caminho certo.

    Antes de finalizar este tópico, não podíamos deixar de salientar a importância de cuidar de você mesmo.

    É importante cuidar da sua saúde mental durante todo esse processo. Esses cuidados podem envolver, a prática de atividades que te relaxem e te façam feliz. 

    Converse também com amigos, familiares ou um profissional de saúde mental se precisar de apoio.

    Nessa situação, é indispensável não se isolar e conversar com amigos, familiares ou colegas de trabalho sobre como você está se sentindo. 

    Sem dúvidas, o apoio social é importante para lidar com situações difíceis. 

    + Vagas na Espanha para brasileiros: onde encontrar?

    Conclusão

    Você é um profissional valioso e merece ser reconhecido por seu trabalho. Não deixe que a desvalorização no trabalho te defina. 

    Embora seja um processo desafiador, é importante lembrar que não está sozinha e que existem medidas que você pode tomar para proteger seu bem-estar e buscar o reconhecimento que merece.