Profissões da saúde: 3 áreas que estarão em alta em 2022

Durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), diversos aspectos da vida de todos mudaram, alguns drasticamente, outros nem tanto. No quesito de profissões, podemos afirmar que as profissões da saúde, tecnologia e criação de conteúdo estão entre as que tiveram um aumento nas oportunidades. 

Anúncios

É fato que o mercado de trabalho foi um dos grandes afetados durante a crise de saúde enfrentada pelo mundo todo, no entanto, inúmeras oportunidades surgiram em meio à pandemia, principalmente na área da saúde.

É sobre isso que iremos falar no artigo de hoje, então, se você quer saber quais são as áreas da saúde que estarão em alta, continue a leitura até o final e não perca nenhuma informação!

Neste artigo, você vai conferir:

  • Como será o futuro das profissões no pós pandemia?
  • Profissões da saúde mais populares
VEJA TAMBÉM PROFISSÕES DO FUTURO
CONTINUAR

Como será o futuro das profissões no pós pandemia?

Existe um ditado popular que diz que é em meio ao caos que grandes ideias nascem. Apesar da pandemia ser uma tragédia, podemos dizer que grandes soluções apareceram durante esse tempo, principalmente com a ajuda da tecnologia.

A pandemia fez com que muitas pessoas mudassem seus hábitos de consumo, trabalho e convivência. Sendo assim, muitas empresas tiveram de se reinventar, de forma que continuassem a atender seus públicos, mas sem colocar seus colaboradores em risco. 

Para que a vida não parasse por completo, foram tomadas medidas, que até então, pareciam ser provisórias, mas que com o passar do tempo, mais parece que elas vieram para ficar. É o que agora chamamos de “novo normal”.

Nos tópicos abaixo falaremos dessas mudanças e sobre as áreas da saúde que estão em destaque. Confira!

Mudanças que a pandemia trouxe para o mercado

2020 e 2021 foram anos em que novas palavras foram introduzidas no dia a dia dos brasileiros. Como por exemplo, “videoconferência”, “home office”,  “trabalho no sistema híbrido”, entre outras. 

Como falado anteriormente, no começo, a sensação era de que os brasileiro não iriam se adaptar à esses novos modelos de trabalho, contudo, de acordo com uma pesquisa realizada pela rede de telefonias Oi, 78% dos entrevistados afirmaram ter interesse em continuar a trabalhar nesse modelo após a pandemia. 95% dos gestores também afirmaram concordar com essa prática no futuro, até mesmo com o modelo híbrido.

Durante essa pesquisa, também foi comprovado que o home office aumentou a produtividade dos trabalhadores. Assim como também diminuiu gastos dos locais fixos de trabalho. 

A realidade atual implica que para que a empresa continue no mercado, de forma saudável, não há outra maneira a não ser se reinventando. Com a tecnologia como aliada, é claro.

Profissões da saúde mais populares

As profissões da saúde sempre foram muito procuradas, principalmente por garantirem um bom salário.

Contudo, na saúde existe muito mais áreas que a medicina. A pandemia fez com que a procura por essas profissões crescesse ainda mais.

Nos tópicos a seguir, iremos tratar das profissões dessa área que são mais bem pagas e que estão em alta. 

VEJA TAMBÉM PROFISSÕES DO FUTURO
CONTINUAR

Profissões da área da saúde mais bem pagas

De acordo com um levantamento feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), as áreas da saúde com os melhores salários são:

  • Medicina: salário médio de R$ 8.400,00 mensais. Na rede pública, que contrata um número considerável de profissionais da área, os maiores salários para médicos estão no Distrito Federal, com média de R$ 17 mil, podendo chegar a R$ 70 mil (dados do Portal de Transparência do Governo);
  • Odontologia: média salarial mensal de R$ 5.300,00. A carreira de dentista é a segunda melhor do país, tratando de retorno financeiro. Perde apenas para os médicos;
  • Veterinária: média de R$ 4.300,00 mensais. De acordo com o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) os melhores salários da carreira de Veterinário estão no serviço público e na indústria de produtos de origem animal e veterinários, onde estes profissionais podem ganhar até R$ 30 mil;
  • Farmácia: salário médio por mês de R$ 4.000,00. O piso salarial do farmacêutico é definido em cada Estado de acordo com os coletivos firmados nos sindicatos. Pode variar dependendo do número de horas semanais, a função e o setor;
  • Enfermagem: média de R$ 3.500,00 por mês. Segundo o Ipea, a Enfermagem é uma das profissões que mais criaram postos de trabalho nos últimos anos. Não existe um salário mínimo profissional único para enfermeiros no Brasil. O valor depende dos acordos coletivos firmados pelos sindicatos em cada Estado.

Profissões em alta na área da saúde

As carreiras da saúde que estão em alta são quase as mesmas que têm um salário mais alto. Coincidência ou não, separamos algumas delas para vocês conferirem:

  • Medicina: investiga a natureza e as causas das doenças humanas, com o objetivo de encontrar a sua cura e prevenção. A rotina deste profissional inclui diagnosticar, prescrever medicamentos, pedir exames e realizar cirurgias;
  • Enfermagem: o profissional dessa área atua em parceria com outros profissionais da área, na dedicação de promover, manter e restabelecer a saúde de seus pacientes, com a responsabilidade de supervisionar a higiene, alimentação, administração de remédios e curativos;
  • Farmácia: o farmacêutico pode trabalhar em laboratórios de análises clínicas, fazendo exames para diagnóstico e acompanhamento de doenças. Em farmácias, esse profissional é responsável pela distribuição de medicamentos e manipulação de fórmulas. 

Profissões do futuro na área da saúde

Para finalizar este artigo, falaremos então sobre as profissões da área da saúde que têm grande potencial de crescimento no futuro, mais uma vez, trabalhando lado a lado da tecnologia. 

  • Biotecnologia: profissionais dessa área têm a função de gerar mais qualidade para produtos do nosso dia a dia, como por exemplo medicamentos e alimentos;
  • Telemedicina: oferece suporte remoto na interpretação de exames, emissão de laudos médicos e até no auxílio a procedimentos cirúrgicos;
  • Farmacogeneticista: personaliza o tratamento farmacológico de pacientes, atuando na pesquisa e descoberta de avanços terapêuticos com o intuito de desenvolver medicamentos; mais eficientes;
  • “Hacker” genético:  atua na prevenção e no combate de doenças, aperfeiçoando fatores biológicos dos seres humanos, em níveis micro biólogos e celular.

Gostou do conteúdo?

Aproveite para ler também Vendas para empreendedores iniciantes: conheça técnicas de negociação.